Vítor Alberto Klein's Blog

23/02/2012

A arte de ser bom

Filed under: Desenv. Humano — vitoralbertoklein @ 8:19

Por Marcos Cavalcanticoordenador do Crie (Centro de Referência em Inteligência Empresarial) – COPPE/UFRJ

20.02.2012 – 11h05m

Fonte: http://oglobo.globo.com/blogs/inteligenciaempresarial/posts/2012/02/20/a-arte-de-ser-bom-432615.asp

Duas manias me acompanham a cada vez que viajo: procuro ver filmes que acho que não vão passar no Brasil e entro numa livraria atrás de livros que provavelmente não serão traduzidos em português. Na última vez que passei na FNAC descobri uma coleção MUITO BOA chamada “l´Esprit d´ouverture, dirigida por Fabrice Midal e editada pela editora Belfont (vale conferir clicando no link!).

Dentro da coleção me chamou a atenção o livro “A arte se ser bom: ousar a gentileza”, de Stefan Einhorn. Stefan é um médico sueco especializado em cancer (oncologista) e seu livro se tornou um best-seller na Suécia, vendendo mais de 300.000 exemplares, sendo traduzido ainda em mais de 17 paises!!!

Sua pergunta é instigante e provocadora: e se a bondade, ao invés de ser uma demonstração de fraqueza e ingenuidade, nos trouxesse não somente mais felicidade, mas também sucesso na nossa vida pessoal e profissional?

Para desespero da maioria esmagadora de nossos consultores empresariais e econômicos, Stefan demonstra, a partir de seus estudos e pesquisas, que ser bom é benéfico para a moral, reduz o stress, nos preserva da ansiedade e da depressão, reforça nossa imunidade, nos torna mais eficazes no trabalho e mais estruturado em nossas relações afetivas!

Lendo o livro, me lembrei de uma conversa que tive com um grande amigo cujo irmão trabalhava para o grupo Opportunity. Ele sempre procurava conhecer seus clientes para sugerir o melhor para ELES e o seu diretor vivia cobrando dele mais AGRESSIVIDADE e lucratividade para a EMPRESA. Num dia, chegou a dizer: “você não está aqui para ser bonzinho, mas para arrancar o máximo dos nossos clientes!”.

Vocês já ouviram algo parecido onde vocês trabalham? Pois é! A cultura predominante é de que esta história de gentileza, bondade… é tudo papinho furado! Quem vence, quem obtém sucesso são as pessoas mais agressivas. O que importa é o resultado! Não importa como ele tenha sido obtido!

Para mim trata-se de uma guerra entre diferentes concepções e modelos de negócio. O que Stefan Einhorn vem comprovar é que esta concepção está completamente ultrapassada. Não se trata de “papinho”, vontade ou conversa politicamente correta. Ele PESQUISOU seus pacientes (vários deles renomados executivos europeus) e CONSTATOU que a bondade, a empatia a gentileza e a coragem, quando estão juntas, transformam um indivíduo em alguém muito mais eficiente, eficaz, saudável e FELIZ!

Quem pretende fazer a diferença no século XXI vai ter que aprender uma nova arte de gerir e, sobretudo, de viver!

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: