Vítor Alberto Klein's Blog

30/08/2011

Empresa de parentes de Alckmin é suspeita de fraudar prefeitura

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 11:50

Por Vítor Alberto Klein

Ninguém pode ser responsabilizado por ações de parentes, concorda comigo ???

Até que se prove que exista alguma conivência / participação por parte do Sr. Alckmin (o que considero muito difícil, pois este ato para mim foi burrice), creio eu que ele não deva ser responsabilizado por ações de cunhados, primos, tios, padrinhos e etc. Em existindo conivência / participação, ok, aí sim devem ser apuradas as responsabilidades do gestor público. Não estou dizendo que ele seja santo, ou que porque é do PSDB, todo mundo por lá seja monge ou franciscano. Mas são necessárias sempre provas, evidências para se responsabilizar alguém.

Aliás,  provas / evidências são o que mais têm o Supremo Tribunal Federal, o Ministério Público Federal e a Polícia Federal em   relação a tudo  que vem ocorrendo em Brasília nos últimos 8 anos…..

—-

30/08/2011 – 05h30

Fonte:  http://www1.folha.uol.com.br/poder/967322-empresa-de-parentes-de-alckmin-e-suspeita-de-fraudar-prefeitura.shtml

Uma empresa que tem como sócios parentes de Lu Alckmin, mulher do governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB), é investigada sob suspeita de ter se beneficiado de uma fraude de R$ 4 milhões contra a Prefeitura de São Paulo, informa reportagem de Evandro Spinelli e Giba Bergamim Jr., publicada na Folha desta terça-feira (íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

Prefeitura de SP promete interditar obras de 21 prédios por fraude
Fraude pode ter causado prejuízo de R$ 50 mi à Prefeitura de SP

O esquema, que também envolve outras empresas, foi alvo de operação em conjunto da Corregedoria Geral do Município, Polícia Civil e Ministério Público e resultou na prisão de quatro pessoas na última sexta-feira (26).

A prefeitura afirma que a empresa dos parentes de Lu Alckmin –Wall Street Empreendimentos e Participações– falsificou documentos para pagar um valor menor de taxas cobradas para autorizar a construção de prédios. A taxa em questão é a outorga onerosa, dispositivo que permite a construção de imóveis acima do limite previsto, mediante pagamento à prefeitura.

Por conta das fraudes, a Prefeitura de São Paulo promete interditar a partir desta terça-feira (30) as obras de 21 prédios, alguns deles de alto luxo, nas zonas leste e oeste da cidade.

Os responsáveis pela Wall Street não responderam aos oito recados deixados pela Folha na empresa ontem.

Editoria de Arte/Editoria de Arte/Folhapress

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: