Vítor Alberto Klein's Blog

13/05/2011

Como encarar o dinamismo no mercado brasileiro

Filed under: Atualidades,T.I. — vitoralbertoklein @ 18:50

Por Camila Freitas – segunda-feira, 09/05/2011 – 16:31

Fonte: http://www.baguete.com.br/entrevistas/09/05/2011/como-encarar-o-dinamismo-no-mercado-brasileiro

É cada vez maior a movimentação dos profissionais no mercado de trabalho.

A tendência está amparada em três pilares. São eles, pós-crise econômica, impulso das novas gerações e escassez de talentos.

Segundo Carla Mello, diretora da DBM na região sul, o fenômeno não é visto com bons olhos pelas empresas, por causa da concorrência e da falta de comprometimento do profissional com os valores da companhia.

Entretanto, o dinamismo pode ser positivo em relação às múltiplas experiências que esses profissionais adquirem no menor espaço de tempo.

Na entrevista abaixo, a diretora explica como lidar com a tendência.

Como lidar com o dinamismo crescente no mercado brasileiro?

Carla Virmond Mello:
Esse é um fenômeno interessante e que envolve vários fatores, entre eles a pós-crise econômica, quando as empresas cortaram talentos além da conta; o impulso das novas gerações ocupando o mercado de trabalho, onde jovens demonstram ânsia em cumprir sua escalada diária de maneira muito rápida; e a escassez de talentos.

Tudo isso contribuiu para que o mercado sofresse uma rotatividade de pessoal bastante elevada, uma permanência de profissional muito mais curta e, por outro lado, surge uma necessidade das empresas de aumentarem a produtividade e diminuírem a quantidade de profissionais.

Acho que esse contexto proporciona o dinamismo de mercado.

Entretanto, se nós pensarmos esse cenário em longo prazo, isso não será visto com bons olhos pelos empresários e recursos humanos. Já que os profissionais precisam aprender dentro da empresa, agregar valores de sociabilidade, lealdade e comprometimento, o que demanda tempo.

Por isso, acho que não é extremamente positivo esse novo modelo de mercado.

De que forma a rotatividade dos profissionais pode ser produtiva para a carreira?

Carla Virmond Mello:
Nesse contexto, eu vejo como positivo as múltiplas experiências que esses profissionais adquirem no menor espaço de tempo.

Mas não acho que essa tendência não é totalmente positiva, pois ela proporciona a mobilidade e, por um lado, inibe a matutidade dessas pessoas na companhia.

Muitas vezes acontece de um profisisonal almejar posições de gerência ou de diretoria com apenas dois ou três anos de empresa, só que não apresentam potencial para assumir essas cargos.

Hoje, temos essa realidade de mercado dinâmico bem visível em São Paulo. A senhora concorda que a tendência se aplica no Sul?

Carla Virmond Mello:
A tendência é mais devagar no Sul.

Acredito que as pessoas são mais enraizadas aqui, o que leva a um costume de mobilidade menor se comparado ao eixo Rio São Paulo.

Por conta disso os profissionais da região sul podem ser vistos como mais acomodados ou mais leais à companhia

Acredito que essa “dança das cadeiras” acontece com menos frequência aqui no Sul, mas também, o mercado nunca foi tão dinâmico como está sendo hoje.

Antes nós tínhamos as organizações como a ditadora de regras e normas, hoje vemos os profisisonais com o poder de decisão.

É possível conter o assédio do mercado aos profissionais?

Carla Virmond Mello:
Eu acredito que o assédio seja positivo, pois movimenta o potencial do profissional e proporciona livre acesso.

Entretanto, conter esses talentos ou mantê-los longe do assédio seria inviável.

Penso que o correto é trabalhar com o engajamento desses talentos, apresentando os valores da empresa e conversando de igual para igual.

Assim, é possível manter uma sintonia entre empresa e profissional, esclarecendo o que é valor, interesse e visão estratégica, pois há assédio e os profissionais são do mercado.

Qual a maneira correta de um profissional procurar um emprego, se ele está ligado a alguma empresa? Como fazer isso sem prejudicar o profissionalismo?

Carla Virmond Mello:
De fato não é correto procurar emprego quando já está empregado.

Mas como o mercado está cheio de oportunidades, o meu conselho é estar sempre visível e valorizar o networking.

Hoje, sabemos que 60% dos recrutamentos acontecem por meio das redes sociais e Linked In, o que pode ser uma alternativa para esses profissionais que querem expor o background a outras companhias.

É correto cobrir as ofertas de mercado?

Carla Virmond Mello:
Acredito que a questão salarial não esteja em primeiro plano.

No meu entendimento, o que movimenta a saída ou a permanência de um empregado na empresa é a sensação de engajamento e comprometimento os valores da companhia.

Para que não se crie um vício de ofertas, é preciso elaborar um ambiente onde se possa errar e inovar sem punições severas.

Acho que o talento precisa ser motivado, mas não com ofertas, pois as próprias empresas não veem com bons olhos os profissionais que fazem esse “leilão”.

A senhora enxerga a legislação trabalhista brasileira como um empecilho para negociar?

Carla Virmond Mello:
Sem dúvida a CLT é um grande entrave para as empresas.

Primeiro pela questão de previdência, depois pelo fato do governo ficar com 50% ou mais do valor que é remunerado ao profissional.

Esses encargos que o governo agrega não retornam para o trabalhador e nem para mim como empresária.

Acredito que a nossa legislação seja um entrave para todo o crescimento do país. Além disso, o profissional brasileiro é considerado um dos mais caros do mundo.

Esse é um problema tão grande, que chegamos num estágio de importação de profissionais de outros países. Já que a mão de obra fica bastante cara em função dos tributos cobrados pelo governo e esse custo se torna inviável.

Assim, o país perde em desenvolvimento e valorização de profissional local.

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: