Vítor Alberto Klein's Blog

23/02/2011

SUCESSO – Uma mensagem de Gillian MacBeth-Louthan

Filed under: Desenv. Humano — vitoralbertoklein @ 8:35

Fonte original:   http://www.thequantumawakening.com/

Fonte secundária:  http://www.luzdegaia.org/

Por  Gillian MacBeth-Louthan

SUCESSO
Uma mensagem de Gillian MacBeth-Louthan,
fevereiro de 2011

Quando você focaliza aquilo que não possui, você nunca tem o suficiente.

Quando focaliza aquilo que possui, você sempre tem o bastante.

O sucesso é diferente para cada pessoa do planeta Terra e não pode ser avaliado nem medido em comparação com nada nem com ninguém. O sucesso vem em forma de 6 bilhões de sabores ou mais. Não se trata apenas de baunilha ou chocolate com uma ou outra cobertura. Não se trata de algo que possa ser definido por um dicionário, um professor ou um pai, pois a própria essência do sucesso é tão multidimensional que vai muito além da nossa compreensão terrena.

Em certos dias, o sucesso pode ser grande como uma montanha; em outros dias, ele é pequeno como uma célula. Desde que nascemos, somos treinados pelos nossos pais e companheiros para entrar rapidamente na cidade do “Sucesso”. Somos instruídos a  casar, construir e ter filhos, na perfeita cidade do “Sucesso”. Procuramos amar uns aos outros, ser feliz e morrer nesta imagem holográfica daquilo que alguém nos disse que o sucesso deveria ser! Semeamos nossas plantações e o nosso futuro “tão curto” de acordo com a definição de sucesso de alguma outra pessoa, e depois ficamos nos perguntando por que nossas árvores não produzem frutos que estejam alinhados com o desejo da nossa alma.

A direção do sucesso está continuamente mudando, seguindo os nossos próprios sinais. Um dia lhe acenamos para frente, no dia seguinte pedimos gritando que dê uma parada, depois choramingamos de madrugada porque não sentimos a sua presença. O sucesso, como o amor ou a alegria, tornou-se uma entidade viva; uma entidade que tenta nos agradar cotidianamente. O sucesso nunca é o mesmo em dois dias consecutivos para ninguém. Um dia você pode se sentir bem sucedido se fizer uma boa venda; no dia seguinte o sucesso pode ser o fato de ter conseguido tirar um espinho do seu dedo. Para uma jovem mãe, sucesso é o bebê finalmente dormir uma noite inteira. Para um cidadão idoso, o sucesso é acordar de manhã. Para alguns, sucesso é se aposentar, enquanto para outros, sucesso é conseguir o primeiro emprego. O sucesso é como um camaleão mudando de qualidade dia após dia, de pessoa para pessoa. Como podemos julgar o que é sucesso olhando para os outros?

Quando viemos à Terra pela primeira vez, chegamos com uma programação da alma, uma lista cósmica descrevendo o que nossa alma necessitava para finalmente sentir que alcançou o sucesso enquanto na Terra. Fomos guiados por essa lista interna, procurando aquela coisa “única” que consolidaria e documentaria o nosso sucesso na nossa jornada na Terra. Muitas vezes voltamos a este planeta, apenas para compensar o que considerávamos fracassos das encarnações anteriores.

Está na hora de despertarmos para as nuances sutis daquilo que o sucesso verdadeiramente é. Está na hora de contarmos as maravilhas, os milagres e os pequenos sucessos do nosso dia, que muitas vezes deixamos passar despercebidos. Em toda experiência que você já teve, vive uma minúscula partícula de sucesso. A primeira vez que você andou ou falou, quando era bebê; a primeira vez que você jogou uma bola ou conseguiu pegar uma bola que jogaram para você; a primeira vez que você beijou; a primeira vez que dirigiu um carro; o seu primeiro emprego… tudo isso são lembranças cheias de sucesso, não importa qual tenha sido o resultado aparente de cada uma dessas experiências. Junte todos os seus antigos sucessos e traga-os para o presente. Coloque-os todos em linha e veja de perto quantos sucessos você realmente teve. Saboreie esse milk-shake pessoal de sucessos.

A maioria das pessoas se concentra apenas nos seus fracassos e os amplia ao “enésimo” grau, ofuscando, assim, tudo o mais. No seu lindo jardim de rosas da vida, você só olha para as ervas daninhas ou olha sempre apenas para as rosas ?

Redefina o que você pensa que sucesso significa para você e apenas para você. Pare de segurar sua vida diante do espelho facetado da consciência de massa. As verdades pessoais ficam distorcidas quando colocadas sob a luz da varanda do vizinho. Se você vê somente as suas deficiências, sempre terá dificuldade em enxergar mais longe, mesmo que esteja numa sela muito mais alta que a dos outros. Suba no seu cavalo mais alto (mesmo que precise de uma escada) e dê uma boa olhada na sua vida. Você foi criado para o sucesso!

Se focalizar aquilo que não possui, você nunca terá o suficiente. Se focalizar aquilo que possui, sempre terá o bastante.

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: