Vítor Alberto Klein's Blog

13/02/2011

Carrinho de Compras: Senado gasta R$ 64 mil com açougue, frios e frutas para casa de Sarney

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 16:05

Por Amanda Costa
Do Contas Abertas

13/02/2011

Fonte: http://contasabertas.uol.com.br/WebSite/Noticias/DetalheNoticias.aspx?Id=428&AspxAutoDetectCookieSupport=1

Em comemoração ao “fico” na presidência do Senado Federal, o tetrapresidente José Sarney (PMDB-AP) não economizou no supermercado. Na última semana, foi autorizada pela Casa a reserva de recursos no orçamento da ordem de R$ 64 mil para a compra de produtos de açougue, frios e frutas in natura. Todo o material será entregue na residência oficial da presidência da Casa, portanto, no endereço do próprio Sarney. Banquete à vista!

E as compras para a residência do presidente do Senado não param por aqui. Outros R$ 5,1 mil foram programados para garantir a limpeza da casa. Quem também está de olho no esfregão é o Grupamento de Infraestrutura e Apoio de São José dos Campos, da Força Aérea Brasileira. O órgão comprometeu R$ 7,8 mil para a aquisição de 75 panos de limpeza, nas cores verdes e azuis. Sempre a postos, a ordem agora é “limpeza, senhor”.

Mudança de poder, mudança também de prioridades. O Judiciário resolveu gastar, e gastar bem, com a contratação de empresas para a prestação de serviços de locação de veículos blindados de representação. O custo da contratação e do aluguel será a bagatela de R$ 72,8 mil. Ministros bem protegidos não têm preço!

Já a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) vai despender R$ 5,4 milhões para a compra de 150 veículos da Ford Brasil, que atenderão a divisão de transportes da PCDF. Serão 100 carros modelo Fiesta Hatch 1.6, zero quilômetro. Os outros 50 são modelo Focus Sedan 2.0, também zero quilômetros. Uma frota digna da produção cinematográfica “Corra que a polícia vem aí”.

Mas nem só de carros viverá a administração pública. A Secretaria do Superior Tribunal de Justiça autorizou a compra de 7 m² de couro de porco para encadernação, na cor natural. A aquisição será para o laboratório de conservação. Com procedimentos mais requintados, assim segue a vida…

Clique aqui para ver as notas de empenho citadas no texto.

—-

Por Vítor Alberto Klein

Interessante !  Checando os empenhos se confirma que o valor R$ 64.000,00 (para as despesas de açougue, frios e etc. da casa do presidente do Senado), foi destinado para realização (gasto) em Janeiro / 2011. Eu imaginava que fosse o orçamento para o ano todo ! Eu sou muito ingênuo mesmo.

Os absurdos em Brasília já atingiram as “raias do insólito e do ridículo”.

PS: Se estou numa “big” festa, patrocinada por um grande empresário, por um banqueiro, rolando champagne, caviar e tudo do bom e do melhor, e onde o custo total chegue a uns R$ 800 mil / R$ 1 milhão, beleza, é dinheiro privado, onde o empresário possa gastar do jeito que ele bem entender.

Mas por favor, dinheiro público deve ter controle, destinação aos fins competentes (segurança, estradas, saúde, educação e etc. etc. etc).

—–

Por Contas Abertas

Após a publicação desta coluna, a Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado divulgou, na segunda-feira (14), nota à imprensa. Veja a íntegra da nota:

Com relação à matéria publicada no site Contas Abertas, a Assessoria de Imprensa da Presidência do Senado informa que em 2010 foram gastos R$ 62.088,77 (média mensal de R$ 5.174,06) em despesas de alimentação e material de manutenção da Residência Oficial, local de recepção oficial a autoridades nacionais e estrangeiras.

Cabe observar que o presidente do Senado vive em residência própria, não utilizando recursos públicos para sua manutenção.

Com relação ao valor apontado na matéria do Contas Abertas, trata-se de estimativa preliminar para todo o exercício de 2011, devendo ser oportunamente ajustado quando da convocação de nova licitação.

Em resposta à nota distribuída pela Secretaria de Imprensa da Presidência do Senado, o Contas Abertas esclarece:

A matéria publicada no site Contas Abertas, no dia 13/02/2011, transcreve informações da Nota de Empenho 2011NE000740, emitida pelo Senado Federal, em 7 de fevereiro de 2011, no valor de R$ 69.326,98. Convém ressaltar que nas descrições dos itens a serem adquiridos, tanto nos materiais de limpeza quanto nos gêneros alimentícios (produtos de açougue, frios e frutas in-natura), é informado: “… destinados à residência oficial da Presidência do Senado Federal, a medida que houver necessidade, durante o mês de janeiro de 2011” (o grifo é nosso).

Assim sendo, se a nota de empenho refere-se à estimativa preliminar para todo o exercício de 2011, conforme o texto distribuído pelo Senado, a referida nota de empenho, lançada no SIAFI às 15h34min do dia 07/02/2011, deverá ser anulada para a emissão de um novo documento com a descrição correta.

Por fim, vale observar que a matéria do Contas Abertas não citou o período em que seriam utilizados/consumidos os produtos discriminados. Apenas publicou a nota de empenho emitida pelo Senado Federal.

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: