Vítor Alberto Klein's Blog

10/07/2013

Patrimônio do BNDES recua 38% com dividendos ao governo e perda na Bolsa

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 13:06

http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,patrimonio-do-bndes-recua-38-com-dividendos-ao-governo-e-perda-na-bolsa,158587,0.htm

 

Em dois anos, patrimônio líquido do banco caiu de R$ 75,6 bilhões para R$ 46,8 bilhões, o que, segundo economistas, pode ter impacto no mercado de crédito.

07 de julho de 2013 | 22h 30
BRASÍLIA – Na contramão do mercado, o patrimônio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) encolheu 38% entre março de 2011 e março de 2013, enquanto a média de cinco grandes bancos públicos e privados registrou crescimento de 25%. É o que mostra levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV).

Para os economistas José Roberto Afonso e Gabriel Leal de Barros, ambos do Ibre, essa é uma clara evidência de que o governo está enfraquecendo os bancos públicos, principalmente o BNDES, com sua política de recolher dividendos antecipados. Essa é a tese que eles defendem no estudo Receitas de Dividendos, Atipicidades e (Des) Capitalização.

“O governo fala em capitalização, mas na verdade o que está acontecendo é descapitalização”, frisou Afonso. “O Tesouro sacou reserva de lucro acumulado sem um aumento de capital compatível com o crescimento do crédito.” Outra causa para esse desempenho são as “violentas” perdas sofridas pelo banco com ações de Petrobrás, Embratel e Vale, por exemplo. Para ele, essa perda de fôlego pode ter consequências negativas no mercado de crédito.

Questionado, o BNDES apontou as perdas no mercado acionário como a principal causa para a redução do patrimônio. “O impacto negativo dessa oscilação no patrimônio líquido do BNDES foi de R$ 23 bilhões, quase o dobro do que foi pago em dividendos líquidos de aumento de capital no mesmo período”, diz o banco. “Portanto, é equivocado atribuir a redução do patrimônio líquido, majoritariamente, à distribuição de dividendos nos anos citados.”

Queda. De acordo com o levantamento, o patrimônio líquido do BNDES caiu de R$ 75,602 bilhões em março de 2011 para R$ 46,799 bilhões em março passado, uma redução de 38%. No mesmo período, o Itaú Unibanco registrou aumento de 17% em seu patrimônio e o Bradesco, de 35%. O patrimônio líquido do Banco do Brasil teve expansão de 19%.

O patrimônio menor diminui a capacidade de o banco emprestar. As instituições brasileiras precisam seguir regras internacionais de prudência na concessão de crédito. Elas seguem o Acordo de Basileia, cuja norma básica é que, para cada R$ 100 emprestados pelo banco, ele precisa ter um patrimônio de pelo menos R$ 11. Nesse exemplo, o banco teria um Índice de Basileia de 11%.

No caso do BNDES, esse índice recuou de 21,9% em março de 2011 para 14,5% em março deste ano. “Eu não questiono o índice, que ainda está acima do mínimo permitido, mas a trajetória”, observa Afonso. Foi uma queda de 34% em apenas dois anos.

De acordo com informações da área econômica, o índice do BNDES caiu ainda mais. Não foi por acaso que o governo editou, no início de junho, a Medida Provisória 618, que autoriza o Tesouro a aumentar o capital da instituição em R$ 15 bilhões. A explicação oficial é exatamente de que o dinheiro será injetado para melhorar o Índice de Basileia do banco.

Um eventual estreitamento na possibilidade do BNDES de emprestar afetaria a principal aposta do governo para “virar” o humor na economia: o programa de concessões em infraestrutura.

Apenas em rodovias e ferrovias, o investimento previsto é de R$ 133 bilhões, dos quais R$ 79,5 bilhões ocorreriam nos próximos cinco anos. A promessa é que o banco de desenvolvimento financiará 70% dos empreendimentos – ou o equivalente a R$ 93,1 bilhões.

30/06/2013

Lei que extingue a família será em votada na próxima semana. Entenda essa lei.

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 13:37

Fonte    http://wphotography.altervista.org/blog/lei-que-extingue-a-familia-sera-em-votada-na-proxima-semana-entenda-essa-lei/

PL122 SERÁ VOTADA ESTA SEMANA

Essa é a proposta que a Sen. Marta Suplicy vem propor. Quem acha que está certo, apague a matéria e fica por isso mesmo, mas se não concordar, faça como eu, repasse!!!

PEC elaborada pela OAB?!!!

1000101_619636878061145_1288675343_n

Amigos,
É essa a Proposta de Emenda à Constituição que a Senadora Marta Suplicy e a Comissão Especial de Diversidade Sexual da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB estão elaborando para o nosso País.
Principais pontos:
– Acabar com a família tradicional
– Retirar os termos “pai” e “mãe” dos documentos
– Acabar com as festas tradicionais das escolas (dia dos pais, das mães)
para “não constranger” os que não fazem parte da família tradicional – A partir de 14 anos, os adolescentes disporão de cirurgia de mudança de sexo custeada pelo SUS
– Cotas nos concursos públicos para homossexuais etc…

Eis o texto:

“A senadora Marta Suplicy (PT-SP) elogiou a Proposta de Emenda Constitucional (PEC), elaborada pela Comissão Especial de Diversidade Sexual da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que quer ampliar privilégios a indivíduos viciados em práticas homossexuais. O texto tem a pretensão de introduzir na Constituição todas as decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) que favoreceram a agenda gay, inclusive a garantia de união estável para duplas homossexuais, com direito à conversão em casamento e adoção de crianças.
De acordo com a agência de notícias do Senado, “a PEC tem como um de seus principais ponto a criminalização da homofobia e estabelece a pena de dois a cinco anos de reclusão para aqueles que praticarem atos de discriminação e preconceito em virtude da orientação sexual de alguém. A mesma punição se estende aos que incitarem o ódio ou prega rem [contra a] orientação sexual ou identidade de gênero”.
Com a aprovação da PEC, a própria Constituição do Brasil se transformará num PLC 122. Mas Suplicy reconhece que a tentativa de transformar a Constituição do Brasil numa constituição anti-“homofobia” certamente enfrentará resistência de “setores como o da igreja”. A senadora acredita que, estrategicamente, será importante aprovar primeiro o PLC 122/2006, pois sua tramitação está mais avançada, tendo já sido aprovado sorrateiramente na Câmara dos Deputados e restando apenas a votação no Senado. O segundo passo, na avaliação de Marta, é apresentar a PEC, que é uma matéria mais ampla e complexa. “A PEC é bem mais difícil de aprovar. Então, vamos começar com a homofobia e avaliar o momento adequado para fazer uma PEC com essa amplitude, que é realmente o sonho que nós gostaríamos para todo o País”, explicou a senadora à agência do Senado.
O Estatuto da Diversidade Sexual conta com 109 artigos, que alteram 132 dispositivos legais. O Estatuto criminaliza a fobia, reconhece o direito à livre orientação sexual e iguala os direitos fundamentais entre heterossexuais e LGBTs.

Eis alguns dos “avanços” que o Estatuto da Diversidade Sexual propõe:

Legitimação da PEDOFILIA e outras anormalidades sexuais:
Título III, Art. 5º § 1º – É indevida a ingerência estatal, familiar ou social para coibir alguém de viver a plenitude de suas relações afetivas e sexuais.
Sob essa lei, a família nada poderá fazer para inibir um problema sexual nos filhos. A sociedade nada poderá fazer. E autoridades governamentais que ainda restarem com um mínimo de bom senso estarão igualmente impedidas de “interferir”.
Retirar o termo PAI E MÃE dos documentos:
Título VI, Art. 32 – Nos registros de nascimento e em todos os demais documentos identificatórios, tais como carteira de identidade, título de eleitor, passaporte, carteira de habilitação, não haverá menção às expressões “pai” e “mãe”, que devem ser substituídas por “filiação”. Essa lei visa beneficiar diretamente os ajuntamentos homossexuais desfigurados tratados como família. Para que as crianças se acostumem com “papai e papai” ou “mamãe e mamãe”, é preciso eliminar da mente delas o normal: “papai e mamãe”.
Começar aos 14 anos os preparativos para a cirurgia de mudança de sexo aos 18 anos (pode começar com hormônios sexuais para preparar o corpo):

Título VII, Art. 37 – Havendo indicação terapêutica por equipe médica e multidisciplinar de hormonoterapia e de procedimentos complementares não-cirúrgicos, a adequação à identidade de gênero poderá iniciar-se a partir dos 14 anos de idade.
Título VII, Art. 38 – As cirurgias de redesignação sexual podem ser realizadas somente a partir dos 18 anos de idade.

Cirurgias de mudança de sexo nos hospitais particulares e no SUS;
Título VII, Art. 35 – É assegurado acesso aos procedimentos médicos, cirúrgicos e psicológicos destinados à adequação do sexo morfológico à identidade de gênero.
Parágrafo único R 11; É garantida a realização dos procedimentos de hormonoterapia e transgenitalização particular ou pelo Sistema Único de Saúde – SUS.
Uso de banheiros e vestiários de acordo com a sua opção sexual do dia: (?)

Título VII, Art. 45 – Em todos os espaços públicos e abertos ao público é assegurado o uso das dependências e instalações correspondentes à identidade de gênero. Não é permitido deixar de ser homossexual com ajuda de profissionais nem por vontade própria: Titulo VII, Art. 53 – É proibido o oferecimento de tratamento de reversão da orientação sexual ou identidade de gênero, bem como fazer promessas de cura.
O Kit Gay será desnecessário, pois será dever do professor sempre abordar a diversidade sexual e consequentemente estimular a prática:

Título X, Art. 60 – Os profissionais da educação têm o dever de abordar as questões de gênero e sexualidade sob a ótica da diversidade sexual, visando superar toda forma de discriminação, fazendo uso de material didático e metodologias que proponham a eliminação da homofobia e do preconceito.
Contos infantis que apresentem casais heterossexuais devem ser banidos se também não apresentarem duplas homossexuais travestidas de “casais:

Título X, Art. 61 – Os estabelecimentos de ensino devem adotar materiais didáticos que não reforcem a discriminação com base na orientação sexual ou identidade de gênero.
As escolas não podem incentivar a comemoração do Dia dos Pais e das Mães:

Título X, Art. 62 – Ao programarem atividades escolares referentes a datas comemorativas, as escolas devem atentar à multiplicidade de formações familiares, de modo a evitar qualquer constrangimento dos alunos filhos de famílias homoafetivas.
Cotas nos concursos públicos para homossexuais assim como já existem para negros no RJ, MS e PR e cotas em empresas privadas com já existe para deficientes físicos:

Título XI, Art. 73 – A administração pública assegurará igualdade de oportunidades no mercado de trabalho a travestis e transexuais, transgêneros e intersexuais, atentando ao princípio da proporcionalidade.
Parágrafo único – Serão criados mecanismos de incentivo a à adoção de medidas similares nas empresas e organizações privadas.

Casos de pedofilia homossexual irão correr em segredo de justiça:

Título XIII, Art. 80 – As demandas que tenham por objeto os direitos decorrentes da orientação sexual ou identidade de gênero devem tramitar em segredo de justiça.

Censura a piadas sobre gays:

Título XIV, Art. 93 – Os meios de comunicação não podem fazer qualquer referência de caráter preconceituoso ou discriminatório em face da orientação sexual ou identidade de gênero.

“O Estatuto da Diversidade Sexual é um avanço. Isso nunca havia sido pensado em relação às questões LGBT”, reconheceu Marta Suplicy, classificando-o como de importância “inquestionável”.
O Estatuto defende que o Estado é obrigado a investir dinheiro público para homossexuais que querem caros procedimentos de reprodução assistida por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) e também o Estado é obrigado a criar delegacias especializadas para o atendimento de denúncias por preconceito sexual contra homossexuais, atendimento privado para exames durante o alistamento militar e assegura a visita íntima em presídios para homossexuais e lésbicas.

NÃO VAMOS DEIXAR ISSO ACONTECER! É O FIM DA FAMÍLIA PESSOAL.
O POVO BRASILEIRO TEM QUE REAGIR, ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS.

fonte: OCC

 

————-

 

Por Vítor Alberto Klein

Nenhum comentário no texto é meu e apenas destaquei em negrito o que considero importante. Cada um que faça seu melhor juízo.

27/06/2013

Corrupção no Brasil custa até R$ 69,1 bilhões por ano

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 10:26

Brasil Econômico   – As informações são da Agência Brasil
13/05/10 20:25

http://www.brasileconomico.com.br/noticias/corrupcao-no-brasil-custa-ate-r-691-bilhoes-por-ano_82676.html

 

O preço da corrupção custa para o Brasil entre R$ 41,5 e R$ 69,1 bilhões por ano. A estimativa é de um estudo divulgado hoje (13) pela Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp).

De acordo com o relatório Corrupção: Custos Econômicos e Propostas de Combate, o custo com a corrupção representa entre 1,38% a 2,3% do Produto Interno Bruto (PIB).

O dinheiro, se investido em educação, por exemplo, poderia ampliar de 34,5 milhões para 51 milhões o número de estudantes matriculados na rede pública do ensino fundamental, além de melhorar as condições de vida do brasileiro.

“O custo extremamente elevado da corrupção no Brasil prejudica o aumento da renda per capita, o crescimento e a competitividade do país, compromete a possibilidade de oferecer à população melhores condições econômicas e de bem-estar social e às empresas melhores condições de infraestrutura e um ambiente de negócios mais estável”, diz o estudo da Fiesp.

O relatório aponta também que, se o desvio de verbas no país fosse menor, a quantidade de leitos para internação nos hospitais públicos poderia subir de 367.397 para 694.409.

O dinheiro desviado também poderia atender com moradias mais de 2,9 milhões de famílias e levar saneamento básico a mais de 23,3 milhões de domicílios.

Para a área de infraestrutura, o relatório calcula que se não houvesse tanta corrupção, 277 novos aeroportos poderiam ser construídos no país.

A precariedade dos terminais é um dos maiores problemas para a realização da Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

O estudo também revela, citando informações da organização não governamental (ONG) Transparência Internacional, que o país conseguiu reduzir a corrupção, mas não foi suficiente para tirá-lo, em 2009, da 75ª colocação em um ranking de 180 países.

O relatório da Fiesp propõe como medidas de combate à corrupção uma reforma política que, entre outras coisas, estabeleça regras e procedimentos transparentes para o controle do financiamento de campanhas eleitorais; uma reforma do judiciário, com medidas que reduzam a percepção da impunidade e que punam mais rapidamente os casos de corrupção; uma reforma administrativa, que reduza as nomeações para cargos de confiança, o poder de barganha no jogo político e a captação de propinas nas estatais; além de reformas fiscal e tributária, que aumentem o controle sobre os gastos públicos e evitem o pagamento de propinas.

23/06/2013

DESABAFO

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 12:52

DESABAFO DA MÉDICA Fernanda Melo NO FACEBOOK
Tudo que uma médica BRASILEIRA, que trabalha no interior, quer falar pra ‘Presidenta’ hoje:

Dilma, deixa eu te falar uma coisa! Este ano completo 7 anos de formada pela Universidade Federal Fluminense e, desde então, por opção de vida, trabalho no interior. Inclusive, hoje não moro mais num grande centro. Já trabalhei em cada canto… Você não sabe o que eu já vi e vivi, não só como médica, mas como cidadã brasileira. Já tive que comprar remédio com meu dinheiro, porque a mãe da criança só tinha R$ 2,00 para comprar o pão. Por que comprei? Porque não tinha vaga no hospital para internar e eu já tinha usado todos os espaços possíveis (inclusive do corredor!) para internar os mais graves. Você sabe o que é puxadinho? Agora, já viu dentro de enfermaria? Pois é, eu já vi. E muitos. Sabe o que é mãe e filho dormirem na mesma maca porque simplesmente não havia espaço para sequer uma cadeira? Já viu macas tão grudadas, mas tão grudadas, que na hora da visita médica era necessário chamar um por um para o consultório porque era impossível transitar na enfermaria? Já trabalhei num local em que tive que autorizar que o familiar trouxesse comida ( não tinha, ora bolas!) e já trabalhei em outro que lotava na hora do lanche (diga-se, refresco ralo com biscoito de péssima qualidade) que era distribuído aos que aguardavam na recepção. Já esperei 12 horas por um simples hemograma. Já perdi o paciente antes de conseguir um mera ultrassonografia. Já vi luva descartável ser reciclada. Já deixei de conseguir vaga em UTI pra doente grave porque eu não tinha um exame complementar que justificasse o pedido. Já fui “ambuzando” um prematuro de 1Kg (que, óbvio, a mãe não tinha feito pré natal!) por 40 Km para vê-lo morrer na porta do hospital sem poder fazer nada. A ambulância não tinha nada…Tem mais, calma! Já tive que escolher direta ou indiretamente quem deveria viver. E morrer…Já ouvi muito desaforo de paciente, revoltando com tanto descaso e que, na hora da raiva, desconta no médico, como eu, como meus colegas, na enfermeira, na recepcionista, no segurança, mas nunca em você. Já ouviu alguém dizer na tua cara: meu filho vai morrer e a culpa é tua? Não, né? E a culpa nem era minha, mas era tua, talvez. Ou do teu antecessor. Ou do antecessor dele…Já vi gente morrer! Óbvio, médico sempre vê gente morrendo, mas de apendicite, porque não tinha centro cirúrgico no lugar, nem ambulância pra transferir, nem vaga em outro hospital? Agonizando, de insuficiência respiratória, porque não tinha laringoscópio, não tinha tubo, não tinha respirador? De sepse, porque não tinha antibiótico, não tinha isolamento, não tinha UTI? A gente é preparado pra ver gente morrer, mas não nessas condições. Ah Dilma, você não sabe mesmo o que eu já vi! Mas deixa eu te falar uma coisa: trazer médico de Cuba, de Marte ou de qualquer outro lugar, não vai resolver nada! E você sabe bem disso. Só está tentado enrolar a gente com essa conversa fiada. É tanto descaso, tanta carência, tanto despreparo… As pessoas adoecem pela fome, pela sede, pela falta de saneamento e educação e quando procuram os hospitais, despejam em nós todas as suas frustrações, medos, incertezas… Mas às vezes eu não tenho luva e fio pra fazer uma sutura, o que dirá uma resposta para todo o seu sofrimento! O problema do interior não é falta de médico. É falta de estrutura, de interesse, de vergonha na cara. Na tua cara e dessa corja que te acompanha! Não é só salário que a gente reivindica. Eu não quero ganhar muito num lugar onde tenha que fingir que faço medicina. E acho que a maioria dos médicos brasileiros também não.
Quer um conselho? Pare de falar besteira em rede nacional e admita: já deu pra vocês! Eu sei que na hora do desespero, a gente apela, mas vamos combinar, você abusou! Se você não sabe ser ‘presidenta’, desculpe-me, mas eu sei ser médica.

CUBA

MÉDICOS

21/06/2013

Exaustão

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 10:19
BRASÍLIA – Condenados pelo Supremo têm mandato de deputado e, não bastasse, viram membros da Comissão de Constituição e Justiça.

Um pastor de viés racista e homofóbico assume nada mais, nada menos que a presidência da Comissão de Direitos Humanos na Câmara.
Um político que saíra da presidência do Senado pela porta dos fundos volta pela da frente e se instala solenemente na mesma cadeira da qual havia sido destronado.
O arauto da moralidade no Senado nada mais era do que abridor de portas de um bicheiro famoso. E o Ministério Público, terror dos corruptos, é ameaçado pelo Congresso de perder o papel de investigação.
A chefe de gabinete da Presidência em SP usa o cargo e as ligações a seu bel-prazer, enquanto a ex-braço direito da Casa Civil, afastada por suspeita de tráfico de influência, monta uma casa bacana para fazer, possivelmente… tráfico de influência.
Um popular ex-presidente da República viaja em jatos de grandes empreiteiras, intermediando negócios com ditaduras sangrentas e corruptas.
Um ex-ministro demitido não apenas em um, mas em dois governos, tem voz em reuniões estratégicas do ex e da atual presidente, que “aceitaram seu pedido de demissão”.
Ministros que foram “faxinados” agora nomeiam novos ministros e até o vice de um governador tucano vira ministro da presidente petista.
Na principal capital do país, incendeiam-se dentistas, mata-se à toa. Na cidade maravilhosa, os estupros são uma rotina macabra.
Enquanto isso, os juros voltam a subir, impostos, tarifas e preços de alimentos estão de amargar. E os serviços continuam péssimos.
É por essas e outras que a irritação popular explode sem líderes, partidos, organicidade. Graças à internet e à exaustão pelo que está aí.
A primeira batalha foi ganha com o recuo dos governos do PT, do PSDB e do PMDB no preço das passagens. Mas, claro, a guerra continua.
eliane cantanhêde Eliane Cantanhêde, jornalista, é colunista da Página 2 da versão impressa da Folha, onde escreve às terças, quintas, sextas e domingos. É também comentarista do telejornal “Globonews em Pauta” e da Rádio Metrópole da Bahia.

10/06/2013

Reflexão

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 12:08

Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia, não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada e a honestidade se converte em auto-sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada”.

Ayn Rand – filósofa russo-americana – 1920

05/06/2013

We don’t have more time ! We don’t have more time for nothing….

Filed under: Variedades — vitoralbertoklein @ 18:36

 

link:    https://www.youtube.com/watch?v=OPF3QAoNtOE&goback=.gde_4892534_member_245727586

01/06/2013

Você já ouviu falar em financiamentos bancários secretos ?

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 22:08

Veja esta gravíssima denúncia:

 

https://www.youtube.com/watch_popup?feature=player_embedded&v=3DE9E8LVuAo

06/03/2013

VIVA A DESCONEXÃO – Importante mensagem

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 14:31

 

Arquivo:     COLEGIO(fo) SIN COMPUTADORAS

28/02/2013

Vale a pena ver e, principalmente, ouvir !

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 11:21

 

link:   http://www.youtube.com/embed/1xsGMAMKd7g?rel=0

26/02/2013

Chinesa CNOOC conclui compra de petroleira canadense por US$ 15,1 bilhões

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 15:49

Reuters | 26/02/2013 07:47:48

Fonte:  http://economia.ig.com.br/empresas/industria/2013-02-26/chinesa-cnooc-conclui-compra-de-petroleira-canadense-por-us-151-bilhoes.html

Compra foi concluída mais de sete meses após anuncio da maior aquisição realizada por uma companhia chinesa no exterior. Cada acionista receberá US$ 27,50 por ação da Nexen.

A estatal CNOOC concluiu a compra da companhia canadense de petróleo e gás Nexen por US$ 15,1 bilhões, mais de sete meses após anunciar a maior aquisição já realizada por uma companhia chinesa no exterior.

A companhia canadense afirmou no final da segunda-feira que o negócio foi concluído e que cada acionista vai receber US$ 27,50 em dinheiro por ação da Nexen.

As ações preferenciais e ordinárias da Nexen sairão da bolsa de Toronto nos próximos dias. As ações ordinárias da empresa deverão deixar de serem negociadas em Nova York antes da abertura nesta terça-feira.

A aquisição, originalmente anunciada em 23 de julho, recebeu aprovação de autoridade canadenses em dezembro. No início deste mês, a operação passou pela Comissão de Investimento Estrangeiro dos Estados Unidos, que tinha que se manifestar por causa das operações de exploração e produção petrolífera no Golfo do México.

A compra dá à CNOOC novas áreas de exploração marítima no Mar do Norte, Golfo do México e no oeste da África, bem como ativos de produção no Oriente Médio e Canadá.

Veja também: Campos de petróleo da Nexen no Golfo são essenciais para CNOOC

20/02/2013

Federal Reserve – Barclays and the Biggest financial scandal of all time?

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 11:48
Added by guardian on July 10, 2012.
Saved under Business, Commentary, Nevada, Spotlight, U.S.

By Dirk Tejan

Source:  http://guardianlv.com/2012/07/federal-reserve-barclays-and-the-biggest-financial-scandal-of-all-time/

 

In what some are calling the largest banking scandal of all time, multinational banking giant Barclays and the Bank of England have been implicated in yet another massive financial scandal: the misconduct involved the fluctuating London Interbank Offered Rate (LIBOR). Simply put, this is the rate at which banks can borrow from one another and it affects not only Britain, but many banks around the world.

On Wednesday, Bob Diamond, former CEO of Barclays was forced to testify in front of British Parliament. According to e-mails, it
appears that in 2008, Paul Tucker, the Deputy Governor of the Bank of England, encouraged Diamond to artificially lower LIBOR rates, thus
effectively stealing massive amounts of money from investors all over the world. According to a recent Rolling Stone magazine article it seems that, even worse, Tucker was only following orders from his bosses, that is, those within the highest levels of British Government.

While all of this seems appalling, does it really rise to the level of “the largest banking scandal of all time” as some are saying? Of course it makes the billions stolen from investors last year by Former New Jersey Governor and MF Global CEO  Jon Corzine, look like chump change. You know, Corzine never served any jail time. Do you suppose his Goldman Sachs and political connections had anything to do with that?

Of course, we all remember the trillions in “bailout” money the taxpayers were forced to pay to the “too big to fail” international banksters. A recent audit of the Federal Reserve confirmed that the U.S. taxpayers provided a whopping $16 TRILLION in secret loans to bail out U.S. and foreign banks and businesses. According to a February 9th Bloomberg article, in 2009 every mortgage in America only amounted to $10.5 trillion! The amount of money stolen from America was enough to cover every home loan in the country.

After the Bankers lobbied (paid off) Congress to repeal the Glass Steagall act in the 90’s, the banking world became a gamblers paradise. (Paradise is defined as a place where others are forced to pay off your debts, but you get to keep all of your winnings).

But, as big as the “bailouts” were, (right now let’s not mention the massive derivative implosion that is on the way), does even the Bankster bailouts reach the level of “the largest banking scandal of all time?”

Perhaps the largest banking scandal EVER is central banks in general, such as the Federal Reserve, or the International Monetary Fund. While a quick look shows that the leadership of international banking giant Goldman Sachs and the Federal Reserve are closely intertwined, the Federal Reserve is not “Federal” and is not a “Reserve”.  That’s right; the Federal Reserve is a privately owned bank, with the protection of the power of the Federal Government behind it.

The United States Constitution originally allowed only Congress to print money. In 1913 President Wilson changed that with the Federal Reserve Act. This act allowed the privately owned “Fed” to print money and charge interest to the American people. After the dollar was de-coupled from the gold standard, the Fed was allowed to essentially print money out of thin air! For many years the “Fed” has been allowed to charge interest to America on this “Fiat” (phony) money! Meanwhile they have enjoyed their government protected monopoly status. Perhaps Thomas Jefferson was right in saying “I believe banking institutions are more dangerous to our liberties than standing armies.”

So what has been the “Largest Banking scandal of all time?” You be the judge.

11/02/2013

In the Money, Federal Reserve, World Banks Foreclosed On

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 20:08

Added by steve5 on January 14, 2013.
Saved under Conspiracy Theories, Politics, Steve Kish, World

Source:  http://guardianlv.com/2013/01/in-the-money-federal-reserve-world-banks-foreclosed-on/

 

The news has been broke, the world banks have been legally and officially  foreclosed on. Yes, reread what you have just read, the world banks have been legally foreclosed on. The Federal Reserve, The Hague, The World Bank,The United Nations, The IMF, the BIS ( Bank of International Settlements), and many others are included.

Now this news hasn’t hit mainstream media, for obvious reasons. Mass hysteria, media agreements with governments, and economic implications.  A group called “The One People’s Public Trust” released an “announcement”, a document stating they had a person on the inside gathering information for them. There is a passage that reads, ” The people, all people equally on earth have an individual, duly verified sum  certain of 5 billion, in lawful money of the United States of America gold and silver. Over 3 quintillion, 500 quadrillion, (which, by the way is a 3 and a 5 followed by 17 zeros) just and duly verified equity debt against the debtors. There is an additionally duly verified sum of 5 billion in lawful money of the United States of America, gold and silver, for each of those people damaged by the actions and systems of the debtors, over 3 quadrillion lawful money of the United States of America, gold and silver, in duly verified debt of damages against the debtors.”

gold01

 

What does this mean exactly? Well that is still up in the air. Could each human receive a giant lump sum of money? Will the money just go into a giant pool to which we can all borrow against it, ending Fiscal Cliff talks, and the failing economies world-wide? Here is the most likely outcome to this, nothing will happen. It will be covered up like everything else. I like to call it the Nikola Tesla effect. If you don’t know who Tesla is he invented the AC (alternation current) induction motor. In easier terms a never ending source of electricity, which doesn’t need to travel through wires.  Why haven’t you heard of him you ask? J.P. Morgan and Thomas Edison met with him and Tesla’s invention wouldn’t bring in the revenue Edison’s  ideas would. Again cash over mind won even over 100 years ago.

If we were to be given this large sum of money how would we react? Would we be foolish and spend it all on lavish houses and Lambo’s? Would we help with cancer research, AIDS research? Would we all decide to help the third world countries of this planet and bring them up to date? There is  a danger in people acquiring a large amount of money they don’t work for. They spend foolishly, and are broke again before they know it. Did you know 70% of all lottery winners squander away their winnings within a few years.

It will be interesting to see what happens in the coming weeks and months. Will this news hit mainstream media? Where will all this money go? How will people react to whatever decision is made on the money? Who will be the ones making the decisions on what goes on with the money? So, many questions, so much room for cover-up. Will the truth come out, or like so many other things will the governments and people in charge silence those that try to spread the truth? Yet, most importantly, what color Lambo are you getting, mine will be bright yellow.  By Steve Kish

Chinese bank calls $1.6 trillion local government debt a timebomb

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 10:50

By:  Frik Els | February 9, 2013

Source:  http://www.mining.com/chinese-bank-calls-1-6-trillion-local-government-debt-a-timebomb-78407/?utm_source=digest-en-mining-130210&utm_medium=email&utm_campaign=digest

 

Chinese bank calls $1.6 trillion local government debt a timebomb
Bridge to nowhere?

The Agricultural Bank of China has sounded the alarm about “impulsive” local governments over-investing in the name of urbanization.

China’s official government news agency Xinhua on Saturday reported that local government debt – estimated at 10 trillion yuan or roughly $1.6 trillion – “has long been considered a time bomb for [the] Chinese economy”.

The bank – one of the four big banks operating in the country with more than 320 million customers – said while growth has slowed along the coastal regions – with the exception of the richest province Tianjin which grew a whopping 13.8% – ten provincial regions in central and western parts of the country, including Chongqing, Yunnan, Gansu, Tibet and Xinjiang, enjoyed GDP expansion of over 12%.

In 2013 newly elected local governments “are more likely inclined to impulsive investment, and large infrastructure projects will be the key area of investment,” the report said, adding that officials may be driven to spend hastily to achieve targets set by central government.

China’s spectacular growth has been fuelled by fixed investment in infrastructure which constitutes more than 50% of the economy. That compares to the US where it only makes up 14% of GDP.

RELATEDHere is China’s Bridge to Nowhere. It also happens to be the world’s longest

The world’s metal and mining companies have become increasingly reliant on China’s massive infrastructure build-out – the country consumes more than 40% of the world’s copper, 60% of its iron ore,  is by far the biggest importer of coal and almost produces more steel than the rest of the world combined.

Any downshift in this dynamic would have a huge impact on mining companies like BHP Billiton (LON:BHP), Vale (NYSE:VALE), Xstrata (LON:XTA) Anglo American (LON:AAL) and Rio Tinto (LON:RIO) which rely heavily on exports to the country.

Just one commodity – iron ore – is responsible for 66% of the top five resource diversified resource companies’ profits.

While many analysts and outside observers have called attention to the problem of the debt pile and overbuilding by municipalities – vividly represented by China’s many ghost cities – the new report is different.

The wide reporting of the bank study via official channels and the timing of the report – on the eve of the Chinese new year – may indicate a growing realization of the scale of the problem and the urgency of tackling it.

09/02/2013

Investigações feitas pelo Ministério Publico na Petrobras

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 18:31
Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net 
Leia também o site Fique Alerta – www.fiquealerta.net  
Por Jorge Serrão – serrao@alertatotal.net

Exclusivo – O Ministério Público Federal abrirá uma investigação contra José Sérgio Gabrielli por indícios concretos de superfaturamentos na maioria dos contratos firmados durante a presidência dele na Petrobrás. Os inchaços contratuais seriam as verdadeiras causas do aumento de prejuízos, perda de eficiência produtiva e consequente queda nos lucros da estatal de economia mista – que perde cada vez mais valor de mercado.
Os maiores alvos de superfaturamento que o MPF vai investigar são os contratos para refinaria Abreu e Lima (Rnest/PE), para o Comperj de Itaboraí, e para os questionáveis projetos de refinarias premium no Ceará e Maranhão. Também entram na investigação a lesiva compra de uma refinaria tecnologicamente ultrapassada em Pasadena (Texas, EUA) e o escândalo Gemini – uma sociedade por meio da qual o governo brasileiro entregou o cartório de produção e comercialização de gás natural liquefeito (GNL) a uma transnacional dos EUA). Estima-se que os rombos na Petrobrás cheguem a R$ 10 bilhões.
Já é certo que Gabrielli terá de responder judicialmente junto com aquele que é considerado o homem mais poderoso da Petrobrás: o diretor financeiro da empresa, Almir Guilherme Barbassa, que também acumula a função de presidente do braço internacional da companhia, a PFICo (Petrobras International Finance Co). Esta empresa é uma das grandes caixas-pretas no sistema Petrobrás.
Barbassa é o negociador, com grandes bancos internacionais, de “empréstimos” diários para salvar o caixa da empresa de uma quebra. Por isso, além de gerenciar os grandes contratos da empresa e definir a política de pagamentos (que anda em estágio de atrasos), ele tem tanto poder. Além de Gabrielli e Barbassa, também pode sobrar para o ministro da Fazenda, Guido Mantega, que é presidente do Conselho de Administração da Petrobrás.

A incomPTência (ou gestão temerária) de Gabrielli, herança maldita para a atual presidente Maria das Graças Foster, se agravou com os problemas conjunturais e políticos: alta do dólar, aumento das importações de combustíveis com a cotação internacional do petróleo altíssima e a longa defasagem nos preços da gasolina e do diesel – forçada pelo governo, acionista majoritário – para conter a inflação.

Luiz Inácio Lula da Silva terá de fazer muito malabarismo para escapar de um problemão tão ou mais grave que o Mensalão II e o Rosegate: a incompetência de Gabrielli de um de seus homens de confiança na gestão da estatal de economia mista. Lula agora tem tudo para também ser responsabilizado por mal uso político da Petrobrás, principalmente com a marketagem em torno do pré-sal (cuja exploração efetiva ainda vai demorar décadas para se mostrar economicamente viável).
Lula é o grande culpado pelo caos na Petrobrás. Engraçado que os petistas sempre lembram o fato verdadeiro de que Fernando Henrique Cardoso desejava privatizar a empresa, mudando até seu nome para Petrobrax (sendo que o xis ainda nada tinha a ver com Eike Batista). Agora, os mesmos petistas deveriam ter a coragem e honestidade de assumir que promoveram, nos oito anos de Lula, uma privataria na empresa, com contratos superfaturados – geralmente o meio para se distribuir dividendos em mensalões muito maiores que aquele julgado pelo Supremo Tribunal Federal.

Problemas baianos
Não é apenas na Petrobrás que Gabrielli ficará enrolado.
No governo do Estado da Bahia, no qual é Secretário Estadual de Planejamento, Gabrielli terá de rodar a baiana para justificar como contratou a consultoria norte-americana McKinsey, pela bagatela de R$ 40 milhões, sem licitação.
Gabrielli alega que “contratou a melhor do mundo” para realizar estudos de viabilidade do projeto de implantação da tão sonhada ponte Salvador-Itaparica.

Medidas drásticas na Petrobrás
Amiga e pessoa da inteira confiança da Presidenta Dilma Rousseff, Maria das Graças Foster será obrigada a tomar medidas drásticas e urgentes para conter a sangria na Petrobrás.
A maioria dos fornecedores será imediatamente cortada, ficando apenas aqueles essenciais para a segurança da produção.
Os contratos de exploração, além de revistos, serão cortados pela metade, de imediato.

Nova Política de Pessoal
A Petrobrás vai criar um plano de inventivo para a aposentadoria imediata de empregados com mais de 55 anos de idade – o que deve gerar impacto sobre o fundo de pensão Petros – um dos maiores investidores do capimunismo brasileiro.
Funcionários terceirizados serão mandados embora, em sua maioria, só ficando os essenciais para a segurança produtiva.
Os empregados aprovados em concurso desde 2005 serão “readequados” em suas funções.
E o que vai gerar mais chiadeira: ganhos e dividendos para empregados ficam cortados para os anos de 2013 e 2014, até que a situação financeira e produtiva da companhia retorne à normalidade.

Nova Políica de dividendos
Os investidores ficaram ontem mais PTs da vida com a Petrobrás, que anunciou ontem que só vai pagar dividendos de R$ 0,46 por ação ordinária e de R$ 0,97 por ação preferencial.
A distribuição igualitária foi detonada porque a empresa precisa economizar até 3,7 bilhões em dividendos de curto prazo.
Tudo porque o caixa está no limite, nos próximos meses, com elevado endividamento de curto prazo.

Defasagem da gasolina
Como de costume, Graça Foster informou que pediu ao Ministério da Fazenda autorização para novos reajustes nos preços dos combustíveis.
Na novelinha de sempre, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, que também é presidente do Conselho de Administração da Petrobrás, alegou que esta não é a melhor hora…
Na Petrobrás, a informação é de que a gasolina deveria estar sendo vendida na faixa de R$ 4,50 o litro, para que a empresa estivesse operando dentro da realidade de mercado.

Grandes perdas
Na área de Produção, a Petrobrás perdeu R$ 7 bilhões em poços secos, em 2012, e a estimativa é de nova perda de R$ 6 bilhões, em 2013.
Na área de abastecimento registrou perdas de R$ 22,9 bilhões em 2012, com a alta de 102% das importações de gasolina e de 16% do diesel em 2012.
Por isso, ainda pode ser considerado milagroso o lucro de R$ 20,1 bilhões no ano passado, mesmo sendo uma queda de 36% em relação ao ano anterior.

Sinceridade
A presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, foi sincera ao prever que “2013 será um ano mais difícil que 2012, que já foi extremamente difícil”.
Graça garantiu que a Petrobrás vai manter o mesmo patamar de produção em 2013, com a variação de 2% para cima e para baixo.
Graça avisou ontem que a empresa vai buscar convergência de preços, essencial para a companhia atingir seus objetivos.

Bomba texana
Como o Alerta Total antecipou em 17 de dezembro do ano passado, Investidores estrangeiros e brasileiros da Petrobrás vão interpelar judicialmente, nos Estados Unidos, a Presidenta Dilma Rousseff, o Ministro da Fazenda, Guido Mantega, a atual e o ex-presidentes da Petrobrás, Maria das Graças Foster e José Sérgio Gabrielli, além do diretor financeiro da empresa, Almir Guilherme Barbassa, e Nestor Cerveró, diretor financeiro da BR Distribuidora.
Todos terão de explicar o que está por trás da lesiva compra de uma refinaria tecnologicamente ultrapassada, em Pasadena (Texas, EUA), um exemplo hediondo de “privataria petralha” que deve gerar um prejuízo de até US$ 1 bilhão à estatal de economia mista e seus acionistas.
O escândalo gerencial, que é alvo de uma auditoria no Tribunal de Contas da União, vai se transformar em um procedimento investigatório pelo Ministério Público Federal.

Bronca da Dilma
A negociata foi fechada em 2006 na gestão de Gabrielli, quando a então chefe da Casa Civil de Lula da Silva, Dilma Rousseff, presidia o Conselho de Administração da Petrobrás.
Na época, Dilma teria sido contra a operação feita por Gabrielli, mas a reclamação dela de nada adiantou, já que o presidente da empresa era (e continua sendo) homem de super-confiança do chefão Lula.
O caso Pasadena foi um dos motivos que fez Dilma, quando assumiu o Planalto, substituir Gabrielli por Graça Foster – que agora tem bilhões de pepinos para resolver.

 

Segue o comentário feito pela jornalista Miriam Leitão, no Jornal Bom Dia Brasil, onde lembra que a Petrobrás não pode ser usada como um “braço” do governo.

http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/videos/t/edicoes/v/miriam-leitao-fala-sobre-declaracoes-da-presidente-da-petrobras/2389198/

07/02/2013

Em 2013, a dívida já consumiu 67% de todos os gastos

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 9:25

Notícias diárias comentadas sobre a dívida – www.auditoriacidada.org.br

 

O privilégio na destinação de recursos para a dívida pública em 2013 atinge cifras impressionantes. Enquanto os jornais noticiam a não votação do Orçamento para 2013, o governo federal já destinou dois terços dos recursos gastos em 2013 para juros e amortizações da dívida. Conforme mostra o Dividômetro da Auditoria Cidadã, apenas nos primeiros 35 dias de 2013 já foram gastos nada menos que R$ 145 bilhões com juros e amortizações da dívida, valor este equivalente ao dobro dos recursos federais previstos para educação em todo o ano de 2013.

Esse privilégio é amparado pela Lei de Diretrizes Orçamentárias 2013, cujo artigo 50 (inciso I) prevê que “Se o Projeto de Lei Orçamentária de 2013 não for sancionado pelo Presidente da República até 31 de dezembro de 2012, a programação dele constante poderá ser executada para o atendimento de despesas com obrigações constitucionais ou legais da União relacionadas no Anexo V”. Neste Anexo V, na página 9, item 29, se encontra o “serviço da dívida”.

Para 2013, estão previstos R$ 900 bilhões para esta finalidade, ou seja, 20% a mais do que os R$ 753 bilhões gastos com a dívida no ano passado. Isto mostra que apesar das propagandas oficiais acerca da queda da taxa de juros, o privilégio da dívida continua, e esta continua consumindo parcela cada vez mais relevante dos recursos públicos, consolidando-se como o centro dos problemas nacionais.

01/02/2013

R$ 753 bilhões para a dívida em 2012

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 18:09

Este valor representou 44% do Orçamento Geral da União

Notícias diárias comentadas sobre a dívida – www.auditoriacidada.org.br

Em 2012, o Governo Federal gastou R$ 753 bilhões com juros e amortizações da dívida, ou seja, R$ 45 bilhões a mais que em 2011. Apesar da grande imprensa dar a entender que os gastos com a dívida estariam em queda – noticiando que o “superávit primário” teria ficado abaixo da meta – cabe comentarmos que este “superávit” representa apenas uma pequena parcela das fontes de recursos para o pagamento da dívida. Esta se alimenta principalmente com a emissão de novos títulos (nova dívida); o recebimento de juros e amortizações pagos pelos estados e municípios sobre dívidas refinanciadas pela União; os resultados das privatizações; e outras fontes de recursos. Ultimamente, até questionáveis repasses feitos pela Caixa Econômica Federal, BNDES e Fundo Soberano foram destinados a completar os gastos com a dívida.

É devido a esse enorme privilégio que quase 44% de todo o Orçamento Geral da União no ano passado foram consumidos pelos gastos com a dívida, em detrimento do atendimento às urgentes e relevantes necessidades dos cidadãos brasileiros que pagam essa conta.

Orçamento Geral da União de 2012, por Função

Executado até 31/12/2012 – Total: R$ 1,712 Trilhão

http://www.auditoriacidada.org.br/wp-content/uploads/2013/02/1-2-2013.jpg

Elaboração: Auditoria Cidadã da Dívida. Fontes:

http://www8a.senado.gov.br/dwweb/abreDoc.html?docId=2620216 – Gastos por Função
http://www8a.senado.gov.br/dwweb/abreDoc.html?docId=1007801– Gastos com a Dívida
http://www8a.senado.gov.br/dwweb/abreDoc.html?docId=1007782 – Transferências a Estados e Municípios (Programa “Operações Especiais – Transferências Constitucionais e as Decorrentes de Legislação Específica”)
Nota 1: As despesas com a dívida e as transferências a estados e municípios se incluem dentro da função “Encargos Especiais”.
Nota 2: O gráfico não considera os restos a pagar de 2012, executados em 2013.
Nota 3: Observado o princípio da unicidade orçamentária.

O gráfico acima respeita o princípio da unicidade orçamentária, isto é, apresenta em uma única peça todas as fontes e aplicações de recursos do Orçamento Geral da União.

Alguns representantes do governo e especialistas apresentam números distintos, pois deixam de computar a parcela dos gastos da dívida com a chamada “rolagem”, ou “refinanciamento”, como se esta fosse uma mera troca de dívida antiga por dívida nova. Esse critério não é correto, pois, conforme restou comprovado durante os trabalhos da CPI da Dívida Pública, parcela significativa dos juros está sendo paga mediante a emissão de nova dívida. Essa foi uma das relevantes denúncias da CPI .

Membros do governo também têm alegado que a dívida estaria em uma situação confortável, argumentando que a chamada “dívida líquida” estaria em um patamar aceitável. Porém, o verdadeiro indicador que deve ser considerado é a dívida bruta. Em dezembro de 2012, a dívida interna bruta alcançou R$ 2,823 TRILHÕES, e a externa US$ 441,757 bilhões. Uma notícia desta semana do jornal Valor Econômico  também defende este critério: “Faz todo sentido olhar a dívida bruta porque ela incorpora todos os truques que o governo quis fazer, especialmente os relacionados ao BNDES“.

Preço da gasolina poderia ter sido reduzido em R$ 0,46

Os jornais desta semana também comentaram sobre o aumento do preço da gasolina, alegando que isto seria necessário para repor supostas perdas da Petrobrás.

Na realidade, grande parte da renda do petróleo serve para o pagamento da dívida pública. No ano passado, nada menos que R$ 6,3 bilhões dos royalties do petróleo (pertencentes à esfera federal) foram destinados para a chamada “Reserva de Contingência”, utilizada para a obtenção da meta de “Superávit Primário”, a reserva de recursos para o pagamento da dívida. Além disso, todos os anos a Petrobras distribui cerca de R$ 10 bilhões de seus lucros para os sócios, dentre os quais se incluem o governo federal – que, conforme a Lei 9.530/1997, tem de destinar tal recurso para o pagamento da dívida pública – e investidores privados, inclusive estrangeiros. Isto desconsiderando a enorme quantidade de tributos embutidos no preço da gasolina, que também servem para o pagamento da dívida.

Somando-se os R$ 6,3 bilhões contingenciados em 2012 com os R$ 10 bilhões da distribuição de lucros, chega-se a R$ 16,3 bilhões, que seriam suficientes para subsidiar uma redução de nada menos que 46 centavos no preço de cada um dos 35,3 bilhões de litros de gasolina consumidos em 2012.

Revista Caros Amigos publica entrevista de Maria Lucia Fattorelli, Coordenadora da Auditoria Cidadã da Dívida

 

A edição nº 190 da revista Caros Amigos traz entrevista com Maria Lucia Fattorelli, com o tema do Orçamento Público, mostrando o privilégio da dívida em detrimento dos gastos sociais:

Vemos a utilização do instrumento do endividamento público às avessas”, denuncia Maria Lucia Fattorelli. Ex-auditora fiscal da Receita Federal e presidente do Unafisco Sindical (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal), Fattorelli adverte que, se o instrumento de endividamento do Estado seria para completar suas receitas, o que acontece é exatamente o oposto: o pagamento da dívida tem tirado dos cofres públicos, anualmente, quase metade de seu orçamento.”

Leia a entrevista completa na edição 190 da revista Caros Amigos, nas bancas ou loja virtual:

http://www.carosamigos.com.br

Jornal do Comércio/RS divulga artigo de João Pedro Casarotto, membro do  Núcleo Gaúcho da Auditoria Cidadã da Dívida

A edição de 30/1/2013 do Jornal do Comércio  trouxe o artigo “A Foto do Bandido”, no qual Casarotto ressalta a declaração da diretora do FMI que reconhece a responsabilidade dos bancos na atual crise global:

 “Todos sabemos que a crise atual foi resultado de má gestão que se originou no setor privado que priorizou o lucro de curto prazo”

Segundo Casarotto, “Agora que os bancos foram salvos com recursos públicos através de mais endividamento, resta aos europeus sofrerem o tal de ajuste fiscal que colocará por terra toda uma política pública de bem-estar social que tanto invejávamos. Creio que os nossos jornais deveriam gastar mais tinta para divulgar a descoberta do criminoso que continua agindo, com a conivência, ou medo, dos governantes, por meio do sistema da dívida.”

Artigo mostra como a ideologia dominante procura legitimar a política global de endividamento

O Portal Carta Maior traz importante artigo de Michael Hudson que mostra como a academia e os meios políticos sempre procuram legitimar os privilégios dos rentistas, ao mesmo tempo em que 99% da população são penalizados:

“A maneira mais clara de analisar algum sistema financeiro é fazer a pergunta do “de quem e para quem“. Isso porque sistemas financeiros são basicamente um conjunto de dívidas e credores. Na atual economia neorrentista, os 99% (trabalhadores, consumidores) devem ao 1% (possuidores de títulos, acionistas, grandes proprietários). O objetivo é monopolizar o privilégio de criação de dinheiro que permite extrair juros e outras taxas por suprir a economia com o crédito necessário.”

Clique aqui para ler o artigo na íntegra.

28/01/2013

Lucro bilionário: Bradesco apresenta resultado

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 9:30

Fonte: ADVFN Newsletter

 

O banco Bradesco (BBDC4) apresentou hoje pela manhã o resultado de suas operações referentes ao quarto trimestre de 2012 (4T12). No período, a instituição lucrou R$ 2,92 bilhões, um crescimento de 6,1% na comparação anual, mas levemente abaixo da expectativa dos analistas. O Lucro Líquido Ajustado do exercício 2012 foi de R$ 11,52 bilhões, alta de 2,9% em relação a 2011, correspondendo a R$ 3,02 por ação, com rentabilidade de 19,2% sobre o Patrimônio Líquido Médio. Desse resultado, R$ 7,93 bilhões foram provenientes das atividades financeiras e R$ 3,58 bilhões foram gerados pelas atividades de seguros, previdência e capitalização. Os Ativos Totais encerraram 2012 com saldo de R$ 879,1 bilhões, crescimento de 15,4%.

21/01/2013

Oração de Maitreya

Filed under: Variedades — vitoralbertoklein @ 7:57

 

Em comunhão com as Forças Cósmicas, orando por todos os meus irmãos, por Todos os Seres da Natureza, eu, como uma parte do Todo, elevo ao Divino Pai esta súplica:

Deus! Seja a Vossa Luz a estrada por onde trilharão os meus pés.

Seja a Vossa Benção, conforto para a minha vida, pureza para a minha alma, serenidade e discernimento para a minha mente.

Desdobre a minha alma em direção a Vós, Senhor, para o encontro da Eternidade.

Seja o meu ser digno da Dádiva da Vida, para que Possais habitar o meu íntimo.

Pai, Dai-me sabedoria e humildade para que eu possa compreender Vossas Divinas Leis, e Dai-me a inteligência e energia para difundi-las.

Que a Bondade seja a espada com que me defenderei dos inimigos, e rogo para eles a Vossa Misericórdia, Senhor.

Que o Amor e o Perdão sejam os sentimentos cultivados pela minha alma, para que a Luz penetre em todos os recônditos.

Dai-me paciência para relevar as fraquezas dos meus semelhantes e Dai-me forças para sobrepujar as minhas.

Que eu seja um instrumento da Vossa Vontade, a fim de que, através de mim, Vossa Seara seja aumentada para a grandeza do Vosso Reino.

Perdoai, Senhor, aqueles que estão no erro, e Dai-lhes a suprema felicidade de conhecer a beleza da Vossa Perfeição, a realidade do Vosso Reino e a eternidade do Vosso Amor, que ilumina sem distinção toda a criação.

Que a onipotência da Vossa Presença, como sublime promessa se estenda sobre mim, abençoando meu ser.

E que as portas do futuro sejam par a par com o infinito! Amém.

Report: Anglo American set for $5bn Minas Rio writedown

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 7:53

Frik Els | January 21, 2013

Source: http://www.mining.com/report-anglo-american-set-for-5bn-write-off-over-minas-rio-69010/?utm_source=digest-en-mining-130120&utm_medium=email&utm_campaign=digest

 

Anglo American (PINK:AAUKY, LSE:AAL) will reportedly slash the value of its massive Minas Rio iron ore project in Brazil by $5 billion, possibly as soon as this week, reports The Telegraph.

The London-listed miner apparently wants to get the bad news out of the way ahead of its full year results to be released on February 15.

Anglo in November announced the project costs would be $2bn higher than expected and Minas Rio has long been said to have been the main concern of the board with the performance of former CEO Cynthia Carroll.

Initial project capex of $3.6bn has been revised on more than one occasion since Minas Rio was acquired in 2007 from Brazilian billionaire Eike Batista and now the mine’s final bill is predicted to come in at a whopping $8bn.

Some analysts put that figure at $8.8bn thanks in part to the fact that Anglo has to compete with Brazil’s infrastructure projects associated with the Olympics and Soccer world cup in 2014 and 2016.

Add the acquisition cost of $6bn and Minas Rio turns into a minimum $14 billion project, becoming the world’s most expensive iron mine with costs of $350 per tonne according to SBG Securities. Compare that to today’s iron ore price of $120.

Anglo American may sell off parts of the project to try to recover its investment, but at least one analyst has said that “they’ll ever get their money back.

Falling profitability and worries about Minas Rio has weighed heavily on Anglo’s stock.

The $39bn counter is down just under 30% over the past year, compared to peers BHP Billiton, Rio Tinto and Xstrata which have been trading mostly flat.

Anglo last week announced sweeping changes to its platinum business in South Africa with plans to mothball two mines, sell another and cut 14,000 jobs.

Another blow to the London-based company has been its legal battle with Chilean copper giant Codelco which in August resulted in Anglo reducing its stake in the Los Bronces copper complex to 50% from 75% before.

20/01/2013

Os números deste blog em 2012 – enviado pela administração do WordPress

Filed under: Variedades — vitoralbertoklein @ 18:20

Os números

4.329 filmes foram inscritos no Festival de Cinema de Cannes 2012. Este blog teve 22.000 vistas em 2012. Se cada visualização fosse um filme, este blog alimentaria 5 Festivais de Cinema.

Em 2012 foram publicados 316 novos artigos, aumentando o arquivo total para 1.423 artigos. Foram carregadas 170 imagens, ocupando um total de 31 MB. É cerca de 3 imagens por semana.

O dia com mais tráfego foi 15 de setembro, com 216 visitas. O artigo mais popular nesse dia foi Impostômetro (ao vivo).

————

Atrações em 2012

Estes são os artigos mais visitados em 2012. Pode também consultar os artigos mais visitados na sua página de estatísticas.

———-

De onde vieram?

That’s 103 countries in all!
A maior parte dos visitantes veio de: Brazil. The United States & Portugal vieram logo atrás.

———
Por Vítor Alberto Klein
Muito obrigado pela visita e incentivo, e vamos em frente !

15/12/2012

BOMBA 12/12/12 as 12h12min. FRAUDE NO RJ – URNA ELETRONICA !!!

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 14:02

Voto eletrônico: Hacker de 19 anos revela no Rio como fraudou eleição

publicado em 11 de dezembro de 2012 às 19:57


por Apio Gomes, no portal do PDT, via Amilcar Brunazzo Filho
Um novo caminho para fraudar as eleições informatizadas brasileiras foi apresentado ontem (10/12) para as mais de 100 pessoas que lotaram durante três horas e meia o auditório da Sociedade de Engenheiros e Arquitetos do Rio de Janeiro (SEAERJ), na Rua do Russel n° 1, no decorrer do seminário “A urna eletrônica é confiável?”, promovido pelos institutos de estudos políticos das seções fluminense do Partido da República (PR), o Instituto Republicano; e do Partido Democrático Trabalhista (PDT), a Fundação Leonel Brizola-Alberto Pasqualini.
Acompanhado por um especialista em transmissão de dados, Reinaldo Mendonça, e de um delegado de polícia, Alexandre Neto, um jovem hacker de 19 anos, identificado apenas como Rangel por questões de segurança, mostrou como — através de acesso ilegal e privilegiado à intranet da Justiça Eleitoral no Rio de Janeiro, sob a responsabilidade técnica da empresa Oi – interceptou os dados alimentadores do sistema de totalização e, após o retardo do envio desses dados aos computadores da Justiça Eleitoral, modificou resultados beneficiando candidatos em detrimento de outros – sem nada ser oficialmente detectado.
“A gente entra na rede da Justiça Eleitoral quando os resultados estão sendo transmitidos para a totalização e depois que 50% dos dados já foram transmitidos, atuamos. Modificamos resultados  mesmo quando a totalização está prestes a ser fechada”, explicou Rangel, ao detalhar em linhas gerais como atuava para fraudar resultados.
O depoimento do hacker – disposto a colaborar com as autoridades –  foi chocante até para os palestrantes convidados para o seminário, como a Dra. Maria Aparecida Cortiz, advogada que há dez anos representa o PDT no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para assuntos relacionados à urna eletrônica; o professor da Ciência da Computação da Universidade de Brasília, Pedro Antônio Dourado de Rezende, que estuda as fragilidades do voto eletrônico no Brasil, também há mais de dez anos; e o jornalista Osvaldo Maneschy, coordenador e organizador do livro Burla Eletrônica, escrito em 2002 ao término do primeiro seminário independente sobre o sistema eletrônico de votação em uso no país desde 1996.
Rangel, que está vivendo sob proteção policial e já prestou depoimento na Polícia Federal, declarou aos presentes que não atuava sozinho: fazia parte de pequeno grupo que – através de acessos privilegiados à rede de dados da Oi – alterava votações antes que elas fossem oficialmente computadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
A fraude, acrescentou, era feita em benefício de políticos com base eleitoral na Região dos Lagos – sendo um dos beneficiários diretos dela, ele o citou explicitamente, o atual presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), o deputado Paulo Melo (PMDB). A deputada Clarissa Garotinho, que  também fazia parte da mesa, depois de dirigir algumas perguntas a Rangel  – afirmou que se informará mais sobre o assunto e não pretende deixar a denúncia de Rangel cair no vazio.
Fernando Peregrino, coordenador do seminário, por sua vez, cobrou providências:
“Um crime grave foi cometido nas eleições municipais deste ano, Rangel o está denunciando com todas as letras –  mas infelizmente até agora a Polícia Federal não tem dado a este caso a importância que ele merece porque  ele atinge a essência da própria democracia no Brasil, o voto dos brasileiros” – argumentou Peregrino.
Por ordem de apresentação, falaram no seminário o presidente da FLB-AP, que fez um histórico do voto no Brasil desde a República Velha até os dias de hoje, passando pela tentativa de fraudar a eleição de Brizola no Rio de Janeiro em 1982 e a informatização total do processo, a partir do recadastramento eleitoral de 1986.
A Dra. Maria Aparecida Cortiz, por sua vez, relatou as dificuldades para fiscalizar o processo eleitoral por conta das barreiras criadas pela própria Justiça Eleitoral; citando, em seguida, casos concretos de fraudes ocorridas em diversas partes do país – todos abafados pela Justiça Eleitoral. Detalhou fatos ocorridos em Londrina (PR), em Guadalupe (PI), na Bahia e no Maranhão, entre outros.
Já o professor Pedro Rezende, especialista em Ciência da Computação, professor de criptografia da Universidade de Brasília (UnB), mostrou o trabalho permanente do TSE em “blindar” as urnas em uso no país, que na opinião deles são 100% seguras. Para Rezende, porém, elas são “ultrapassadas e inseguras”. Ele as comparou com sistemas de outros países, mais confiáveis,  especialmente as urnas eletrônicas de terceira geração usadas em algumas províncias argentinas, que além de imprimirem o voto, ainda registram digitalmente o mesmo voto em um chip embutido na cédula, criando uma dupla segurança.
Encerrando a parte acadêmica do seminário, falou o professor Luiz Felipe, da Coppe da Universidade Federal do Rio de Janeiro, que em 1992, no segundo Governo Brizola, implantou a Internet no Rio de Janeiro junto com o próprio Fernando Peregrino, que, na época, presidia a Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro (Faperj). Luis Felipe reforçou a idéia de que é necessário aperfeiçoar o sistema eleitoral brasileiro – hoje inseguro, na sua opinião.
O relato de Rangel – precedido pela exposição do especialista em redes de dados, Reinaldo, que mostrou como ocorre a fraude dentro da intranet, que a Justiça Eleitoral garante ser segura e inexpugnável – foi o ponto alto do seminário.
Peregrino informou que o seminário  será transformado em livro e tema de um documentário que com certeza dará origem a outros encontros sobre o mesmo assunto – ano que vem. Disse ainda estar disposto a levar a denuncia de Rangel as últimas conseqüências e já se considerava um militante pela transparência das eleições brasileiras: “Estamos aqui comprometidos com a trasnparência do sistema eletrônico de votação e com a democracia no Brasil”, concluiu. (OM)

Jornal “Estado de Minas” repercute ilegitimidades da dívida de MG com a União

Filed under: Atualidades — vitoralbertoklein @ 10:57

Notícias diárias comentadas sobre a dívida – www.auditoriacidada.org.br

A Revista Encontro, integrante do Jornal “Estado de Minas” de hoje, traz a notícia “Erro bilionário”, descoberto pelo Núcleo Mineiro da Auditoria Cidadã da Dívida. Analisando planilhas fornecidas pela Secretaria Estadual de Fazenda de MG, o Núcleo identificou que as taxas de juros da dívida de MG com a União estavam maiores que as permitidas pela Resolução do Senado que aprovou tal endividamento. Conforme mostra a revista, “O erro representa, já nas primeiras simulações, uma redução de R$ 2,146 bilhões no estoque da dívida mineira”.

A notícia divulgou também o recente lançamento do Caderno de Estudos “A Dívida Pública em debate: saiba o que ela tem a ver com sua vida”, elaborado pela Auditoria Cidadã da Dívida, e que pode ser adquirido na página www.inoveeditora.com.br

 

Aumenta a indignação popular contra a política econômica

Hoje, a imprensa divulgou a pesquisa CNI/IBOPE, indicando que 78% da população aprovam o governo Dilma. Porém, quando se analisa áreas específicas de atuação do governo, tal “aprovação” se transforma em uma ampla rejeição. No que se refere aos impostos, o percentual de aprovação – que já era baixo na última pesquisa, em setembro – teve grande queda: de 38% para 30%. No quesito “juros”, tal percentual caiu de 49% para 41%, apesar da ampla propaganda oficial sobre uma suposta queda nas taxas. No que se refere à política de combate à inflação, este percentual caiu de 50% para 45%.

Tal descontentamento também aumentou em relação a importantes áreas sociais. Na área da saúde, a aprovação de apenas 33% em setembro caiu ainda mais em dezembro, para 25%. No quesito segurança, tal percentual caiu de 40% para 30%, e na educação, de 47% para 43%.

Portanto, de acordo com os dados da CNI/IBOPE, é inverídico que a atual política econômica seria aceita amplamente pela população, que identifica claramente a alta carga tributária, e a ausência de retorno destes recursos em termos de políticas sociais.

 

Jornais “Valor Econômico” e “Monitor Mercantil” também repercutem análises da Auditoria Cidadã

Nesta semana, o jornal Valor Econômico repercutiu a edição de 4/12/2012 deste boletim, questionando a idéia – amplamente divulgada pelo governo – de que a educação receberia 100% dos royalties do petróleo. Na realidade, apenas uma pequena parte destes recursos irá efetivamente para a Educação, razão pela qual é necessário enfrentar a questão da dívida para que se possa, efetivamente, se atingir a meta de 10% do PIB para esta importante área social. Conforme mostrou o jornal, “o governo ‘inflou’ a conta da educação na divisão da futura riqueza do petróleo na divulgação da semana passada“. O Jornal Monitor Mercantil de 4/12 também repercutiu este tema.

A edição de 12/12/2012 deste boletim , relacionando o tema da dívida às altas tarifas de energia elétrica, também foi repercutida pelo Jornal Monitor Mercantil, na edição de 13/12.

Próxima Página »

Blog no WordPress.com.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 25 outros seguidores